terça-feira, 22 de julho de 2008

FREYA - A GRANDE E BELA DEUSA NÓRDICA!




Freya é considerada a mais bela das Deusas nórdicas. Ela se apresenta portando um encantado colar de âmbar e, ora um manto de plumas de cisnes, ora uma capa de pele de falcão. Viaja pelos céus em uma carruagem puxada por gatos.

Freya, outras vezes, aparece representada usando armas de guerra pois um aspecto seu presidia as batalhas. Geralmente as Deusas do amor são também Deusas da guerra, pois os dois estavam intimamente ligados, já que o poder da Terra, sua fertilidade - energia feminina, da Deusa - era concedida ao Rei vencedor das batalhas.

Deusa da magia e adivinhação, Freya ensinou os segredos das runas ao Deus Odin e foi quem iniciou os Deuses nas Artes Mágicas.

Vejo Freya como uma Deusa da vida e da morte. Ela é a líder das Valquírias - as Amazonas Celestes - que levavam as almas dos mortos nas batalhas para o seu reino. Porém, a essência de Freya é a vida, pois ela é a Deusa da fertilidade, da sexualidade, do amor e da beleza.

Os norte-europeus denominaram a sexta-feira de "Friday" em homenagem a sua Deusa sensual, Freya. Mesmo com o contra da Igreja, os casamentos continuaram a acontecer neste dia visando atrair as bênçãos desta Deusa, cujo nome significa "concubina".

Há vários mitos sobre Freya, o que eu mais gosto me faz lembrar de Ísis à procura de Osíris.
Freya era casada com Odr e com ele tinha duas filhas. De repente seu marido desaparece. Freya sem entender, pois era muito feliz com ele, sente-se profundamente triste e derrama lágrimas sobre a Terra. Estas se transformam em âmbar e ouro. A Deusa resolve procurar Odr. Ela anda por todos os lugares procurando o marido sem sucesso. Resolve viajar pelos Nove Mundos encontrando-o por fim. Odr está sentado em uma árvore contemplando o silêncio. Quando avista Freya seus olhos se iluminam de alegria. O casal retorna feliz para Asgard, a Casa dos Deuses.

Freya é uma Deusa extremamente poderosa. Filha de Njörd (Deus do Mar) e de Skadi (Senhora dos Invernos e Caçadora das Montanhas), ela é também protetora do matrimônio e dos recém-nascidos.

Com a habilidade de mudar de forma, a Deusa Freya é a senhora de seidr, uma técnica mágica de natureza xamânica que envolve transe, transmutação, cura, magia sexual, viagem do corpo astral. O seidr era praticado pelas Volvas, sacerdotisas de Freya, que não costumavam se casar, mas tinham muitos amantes.

Alguns homens também praticavam o seidr vestidos de mulher, isto como símbolo da tradição que afirmava que um homem deve se transformar em uma mulher a nível espiritual para servir à Deusa. Vejo aqui a demonstração pura de como é de extrema importância para a evolução dos homens se conectarem com a sua própria energia feminina( nada a ver com direção sexual). Os xamãs guerreiros, por exemplo, passam primeiramente por esta iniciação no feminino, antes de serem considerados bons guerreiros.

Podemos ver que Freya é uma Deusa que abrange vários aspectos. Ela é uma Deusa Tríplice, uma Deusa de grande beleza, força e poder. A sexualidade e o amor são fortemente regidos por ela.

Anna Leão

Nota: A foto à esquerda é de Hrana Janto, do livro O Oráculo da Deusa, de Amy Sophia Marashinsky


10 comentários:

Alex Wolfer disse...

ótimo texto, sem duvida bem informativo, porém ainda tenho uma duvida, é possível invocar a Deusa Freya em um ritual (Sabath como o de Equinócio de Primavera e Solstício de Verão)?

Anna Leão disse...

Obrigada, Alex!
E sim, é perfeitamente possível invocar Freya!

AℓэX disse...

Há algum encantamento específico que eu devo saber, para poder invocá-la? Obrigado mais uma vez.

Anônimo disse...

quero invocar a Deusa, como faço ?

Anônimo disse...

Estou imensamente grata pelas informações que obtive no site. Achei que a deusa tem ligação com as entidades femininas da umbanda afro-brasileira e com os caboclos cujas lendas e notícias nos reportam também à Amazônia e á outras culturas onde o princípio feminino não era tão valorizado. Gostaria de saber como invocar os poderes da deusa em mim, pois sempre tive emanações desse poder e este ano creio que as manifestações equilibradas como eu sempre esperei e quis não apenas maturaram como fazem-se necessárias de maneira mais intensa. Márcia Aguiar Cardozo.

Anna Leão disse...

Na verdade, Márcia há muita semelhança entre todas as religiões pagãs, isto é que têm como base o culto à Natureza. A tradição nórdica também é uma religião pagã assim como o candomblé.
Seguir a Roda do Ano, isto é ,os ciclos da Natureza, e da Lua, se sintonizando com eles, já é uma forma bem eficaz de sintonizar a energia da Deusa, ou das Deusas.
Um abraço,
Anna

Marilete - Executiva Vendas e Demonstradora Tupperware disse...

oi... iniciei meus estudos em 2006, mas logo parei, hj novamente senti necessidade de voltar...descobri que a Deusa Freya nasceu tambem no dia 27.12, segundo informações do almanaque Wicca... mas o que mais me chamou a atenção é que minha vida e a maneira como levo e o fato dos homens sumirem ... se parecem. queria compartilhar com alguém isso....as pessoas com quem convivo na acreditam ....me sinto só.

Anônimo disse...

Uma pergunta, qual seria o planeta regido por Freya, Vênus?

Anna Leão disse...

Olá Marilete. Sim hoje é dia de Freya e parabéns pra vc!!! Esta maravilhosa Deusa representa muitas coisas, inclusive o amor, é uma Deusa do amor também. Procure se identificar com ela como divindade e não como arquétipo, assim você sai deste padrão dos homens sumirem e abraça as característica positivas de Freya, como a prosperidade em todas as áreas da vida, incluindo o amor.
Beijos!

Anna Leão disse...

Não há um planeta de Freya, os nórdicos não trabalhavam assim. Mas para quem gosta das correspondências, como a wicca, por exemplo, sim, o planeta Vênus pode ser associado a esta Deusa já que ela rege a sexta-feira, regida também por este planeta e é conhecida para muitos como a Afrodite Nórdica.