Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2017

Passado, presente, futuro... Onde você está?

Ontem recebi um vídeo que se intitulava “Para matar a saudade - túnel do tempo”. Talvez você o tenha recebido também. Ele vem com a trilha sonora de várias músicas de algumas décadas atrás (anos 70, se não me engano), e com imagens de várias lembranças daquela época: produtos, programas de TV (Túnel do Tempo, por exemplo), etc. No final da apresentação, uma mensagem: “A saudade é a maior prova de que o passado valeu a pena”
 Com certeza, isto pode ser uma grande verdade. Mas comecei a refletir sobre aquele vídeo... Será que naquela época dávamos tanto valor àquelas coisas como depois que elas se foram?
Ter saudade é bom quando temos um sentimento positivo nesta saudade, quando nos lembramos do que passou com alegria, e não porque não conseguimos fazer o nosso presente melhor do que o nosso passado. Temos que ter cuidado com esse excesso de saudosismo, pois ele pode fazer com que fiquemos mais no passado do que no presente. Ele pode fazer ficarmos parados no tempo. Tem muita gente que s…

Solstício de Inverno

A morte nutre a vida A escuridão termina A luz se aproxima E a dor é compreendida
Do luto, a esperança A vida como promessa Sentindo no coração A chama que aquece
A roda da vida continua a girar Trazendo a alegria que libertará Do musgo, a flor Do medo, o amor
Tudo em seu tempo A natureza se recicla Trazendo mais uma vez A criança renascida
É tempo de amar É tempo de aceitar O sol brilhará A vida vencerá!

Anna Leão (favor mencionar autoria e fonte ao reproduzir este poema)

O calor do inverno

O Solstício de Inverno traz a noite mais longa do ano. A partir daí o sol começa a ganhar força, bem devagarinho e aos poucos. O frio é cortante, o tempo é de introspecção, quietude, silêncio e meditação.  Nos sentimos mais serenos e imóveis, com vontade de nos transformarmos em ursos para termos direito de ficarmos na toca, na caverna, por mais tempo do que o mundo externo permite.
Quem se conecta aos ciclos da natureza, como um praticante do paganismo, por exemplo, sente com mais intensidade esta época do ano. Melhor ainda, percebe-a melhor e a compreende. Muitas vezes parece que tudo para  e fica suspenso; esperando um melhor momento, esperando a próxima estação, que não vem se manifestar somente a partir do Equinócio da Primavera, mas sim, quando esta começa a se anunciar, através do calor do sol, que timidamente aparece, e do degelo – nos países mais frios – que começa a ocorrer. Esta época é o Imbolc, que acontece no início de agosto no Hemisfério Sul.
Mas estamos agora adentran…

Rabiscos de Anna

Sinto que estou mudando. Aquela transformação sutil, que começa do nada, e que, de repente, você olha e se vê completamente mudada.  Sinto-me confortável com esta mudança. Retornando a um lugar onde já estive antes… São os tão falados ciclos… Mas como nada é igual, como a vida evolui e a gente cresce com ela, esses ciclos acontecem em uma oitava superior. São novos tempos, depois de novas vivências, de inúmeras experiências que contribuem para a nossa maturidade.
Não acho que ela aconteça por fatores ou situações externas. A maturidade brota de dentro e induz  mais paciência, compreensão, sabedoria e introspecção. Esta última é importante no momento, muito importante. Para o meu trabalho de criação, para o meu foco e a minha determinação. Às vezes, confesso, tenho me questionado um pouco sobre ela. Talvez com receio de ficar nela para sempre, repetir vivências, ciclos. Mas no fundo sei que este tolo receio não é real, pois há muito não voltava para casa, para mim mesma. E istoé necessá…