VIDA


No fundo preto as cores tomam vida
O mistério é quase sempre a solução
Deixar fluir na escuridão as cores de uma paixão
Brincar com cores frias e quentes num caldeirão
Serpentear ideias em linhas coloridas
Redefinindo, quem sabe, o trajeto de vida.
Sonhar, plantar e colher
Reafirmando cada passo dado,
Cada giro dançado,
Cada linha traçada.
Despertar de um sono há muito dormido
E se mostrar, ousar e falar
Dançando sempre num caminho de arco-íris
Sem perder o vislumbre do firmamento
e a profundidade do Abismo.

Anna Leão (favor mencionar autoria e fonte ao reproduzir este poema)



Comentários

Está super charmoso! Um endereço pra eu visitar sempre.
Patty disse…
Oi Amiga!
Uma excelente idéia esse blog. Já adicionei aos meus favoritos!
Mil beijos e bem vinda ao mundo dos blogueiros!

Beijos!!! :)
João disse…
Uma alegria
é estar dentro da alegria.
Duas alegrias
é estar dentro e com outra pessoa.
Três alegrias
é estar dentro, com outra pessoa e vivendo um momento "futuro" agora.
Parabéns, Ana, belíssimo blog, para quem "começou" ontem... rsss...

Encontrei estes dois lindos versos:

"Sem perder o vislumbre do firmamento
e a profundidade do Abismo."

Que me parecem primordialmente com os meus seguintes:

"Voar
é estar sobre abismos!"

Em frente, querida, vamos lutar pelo que é nosso, ou seja, nossa vida, nossa honestidade e nossa herança espiritual.
Beijos.
Dudah disse…
Anna, você me inspira querida, suas palavras são um trampolim para eu perceber, sentir e viver o mundo á minha volta.
Adoro visitar esse cantinho tão especial, criado por uma pessoa tão iluminada como você!
Quando estou na net, seu blog é parada obrigatória para recarregar as baterias.
Beijos querida!!!!!
Anônimo disse…
Olá Ana gostei muito,e realmente as vezes ser a gente mesmo é um tanto louco,ser mulher é lindo e ser Mãe e muito especial.muito bjs adorei