A Emoção da Dança



Há pessoas como eu, e provavelmente como você, que me lê, que gostam de expressar suas emoções. Mas infelizmente, existem muitas pessoas que têm medo delas. Não querem senti-las, não gostam de expressá-las e querem controlá-las sempre. “As emoções devem estar sobre controle."- pensam estas pessoas.

Sentir emoção e expressá-la é sinônimo de vida. Aquele que tem uma carapaça e não consegue senti-las parece um robô. E quanta gente existe assim...

A dança é um ótimo meio para abrirmos esta porta trancada para o mundo das emoções. Por isto, muitas pessoas que não gostam de dançar, que dizem não ter jeito para a dança, são pessoas trancadas em si mesmas.

A dança é uma forma de expressão fortíssima. Para começar é arte, e arte é expressão, emoção e sensibilidade. Se não tem estes três quesitos pode ser qualquer coisa menos arte.

Talvez a forma mais antiga de arte, a dança, faz a ponte entre o nosso interior com o nosso exterior de uma forma muito concreta, pois ela atua diretamente no corpo, com o corpo.

Sentir o corpo, ter consciência dele, utilizá-lo na expressão de nossas emoções e sentir o prazer nele através da dança é algo tão vital, mas que infelizmente não é tão valorizado.

Acho que todo mundo deveria dançar. E quanto mais livre a dança melhor. A dança é uma das melhores terapias. Depois de uma sessão de dança, por prazer, sem cobrança, a pessoa se sente leve, alegre, o corpo relaxado. Isto, a curto prazo, porque a longo prazo os benefícios triplicam e são sentidos na tríade, corpo, mente, alma.

Não falo em entrar para uma aula de dança necessariamente. Falo simplesmente em dançar. Colocar uma música em casa e curti-la dançando, se expressando, já é o suficiente para sentir todos os benefícios que ela proporciona.

O corpo diz muita coisa. Lamentavelmente ele é negligenciado nesta nossa cultura que divide o ser humano em corpo e espírito, em profano e divino, em instinto e razão.

Mas a verdade é que somos uma coisa só e tudo o que somos é divino, exatamente porque somos tudo, porque o divino é tudo!

A dança é divina. Ela sempre foi uma oferenda aos Deuses!

A dança é magia em movimento!


Anna Leão (Favor mencionar autoria e fonte ao reproduzir este artigo).

Comentários

sandra disse…
Anna, sou testemunha que a dança é realmente uma terapia. Sempre tive muita vontade de aprender a dançar (imagina uma pessoa muito ruim, multiplica por 5 = essa sou eu)!!Mas enfi, com 50 anos consegui me matricular numa escola de dança de salão. AFFFFFFFFFFFFFFF
Se eu parendi a dançar? Aina não, só faz 1 ano rsrsrsrsrsr e eu continuo ruim. Mas como faz bem!!!!
Como faz bem ter pessoas como tu e a Lydiah!
Obrigada Linda!
Bjo. grande!
Anna Leão disse…
Eu que agradeço pelo carinho, Sandra!
E fico muito feliz por você se entergar à dança. Muitas pessoas acham que é difícil, se não conseguem logo no início se sentem mal, desistem. Mas temos que pensar na gente nesses momentos e ver e ter a dança como um prazer!
Parabéns, querida!!!
Beijo grande,
Anna.
Marcia disse…
" Neste instante, esteja onde estiver, há casa com seu nome. Você é o único proprietário, mas faz tempo que perdeu as chaves. Por isso, fica de fora, contemplando a fachada. Não chega a morar nela. Essa casa, teto que abriga suas mais recônditas e reprimidas lembranças, é o seu corpo." ( Therèse Bertherat- O corpo tem suas razões)

Foi através da DANÇA que achei as chaves que deram acesso ao meu corpo...e como está sendo bom...
O que a dança é capaz de fazer por nós!?!?
"TODO MUNDO DEVERIA DANÇAR"

Pbéns, bjo.