O CHAKRA ESPLÊNICO - O SEGUNDO CHAKRA

De Metamorfose


Continuando a falar sobre os chakras...

Chakra Esplênico é o nome do segundo chakra que se localiza no baixo ventre, quatro dedos abaixo do umbigo.

Seu nome em sânscrito é Svadhistana, que significa segundo alguns autores "morada do Sol", segundo outros,"morada própria". Ele também recebe os nomes de Chakra do Hara, Chakra Sagrado e Chacra do Sacro.

A função básica do segundo chakra é filtrar e distribuir a energia vital. Ele também é responsável pela sexualidade - tanto por sua energia, quanto pelo prazer que ela proporciona – pela criatividade, pela reprodução e pelos relacionamentos, quaqlquer tipo, inclusive o relacionamento com o mundo físico.

O chakra esplênico é o chakra das emoções. Diane Stein em seu livro As Sacerdotisas, coloca este chakra relacionado ao corpo emocional e à projeção astral, conhecida também como viagem astral. Isto fica fácil de entender pois é este chakra que liga o corpo físico à alma.

É o chakra do movimento, da expanção. Rege o amor pela beleza, pelas artes, pelas relações, pelos sexo, pelos prazeres do mundo. É o responsável pela alegria de viver e também pelo nosso poder pessoal, que está intimamente ligado a nossa identidade profunda.

Neste chakra ficam armazenados nossos traumas inconscientes.

Quando não está equilibrado as disfunções mentais e emocionais deste chakra são: problemas relacionados à sexo, dinheiro, e controle em relação aos outros; solidão, ressentimentos, culpa, autocensura, depressão, vingança, ciúme, inveja, medo da rejeição, preocupações emocionais; vícios.

As disfunções físicas relacionadas ao chakra esplênico são: problemas no sistema reprodutor, como miomas, por exemplo, desordens menstruais e hormonais; problemas nas pernas, pés, bexiga, quadris, nervo ciático; hemorróidas, alergias, problemas de pele e no sistema imunológico.

O segundo chakra rege as glândulas sexuais e as gônadas. Sua nota musical é Ré, seu elemento é a água. Laranja é a cor correspondente a este chakra.

Suas pedras são âmbar, cornalina, calcita laranja e olho de tigre. Seus aromas são laranja, tangerina, ylang-ylang, gengibre e sândalo. Seus alimentos são todos os de cor laranja.

Para equilibrá-lo, ou mantê-lo equilibrado, podemos mantrar a vogal "ô", de preferência no tom de "Ré". Concentrar a atenção no chakra, visualizando a cor laranja. Pode colocar uma das pedras, limpas e energizadas, no chakra e acender um aroamatizador com um dos aromas que indiquei acima.

Nota: para limpar e energizar as pedras, o método mais eficaz é lavá-las, uma a uma, em áqua corrente, ou colocá-las numa drusa de ametista, ou ainda purificá-las com incenso, palo-santo, por exemplo, ou folhas de sálvia. Para energizá-las, expô-las ao sol da manhã. Detalhe: a pirita não gosta de água e a ametista não gosta do sol, energizar esta à lua.

Anna Leão

Comentários

wallper.lima disse…
É mto gostoso ler suas postagens...agora então com a definição de cada chakra, estou me deliciando.
Me visite...estou falando sobre Van Gogh.
Bjs
Wal.
Anna Leão disse…
Que bom, Wal, obrigada!!!

Vou lá sim! E adoro a pintua de Van Gogh!!!

Beijos,
Anna