Pular para o conteúdo principal

Equinócio da Primavera - O Retorno da Esperança!



Assim como no Equinócio de Outono, no Equinócio da Primavera o dia e noite têm a mesma duração. Momento perfeito para nos equilibrarmos e trabalharmos a união dos opostos.A partir deste dia entramos na metade clara do ano, pois a luz começa a crescer gradativamente e os dias começam a ser mais longos que as noites.

A Primavera é tempo de semear, de plantar sementes e de despertar nossa criança interior. A Deusa é uma linda Donzela. representada por Perséfone , Inanna ou Branwen, por exemplo. O Deus é um jovem viril. A Terra floresce e recebe o calor do sol.As esperanças e o novo crescem neste período do ano. Nos tornamos mais alegres, ativos e leves.

Neste festival os Celtas reverenciam o Deus Cernunnos , novamente a Deusa Brighid e a Deusa Ataegina ( Deusa da primavera, fertilidade e renascimento).

Na Tradição Nórdica o Equinócio da Primavera chama-se Ostara. O mito desta Deusa Anglo-Saxã conta que Ostara era uma linda jovem, cheia de vida. Cantava com os animais e a Natureza sorria para ela.
Certa noite, já no final do verão, olhando o brilho da Lua Cheia, Ostara resolveu visitar sua antiga morada e deixou a Terra. Esta, se tornou estéril assim como sua fauna e flora.

Já havia passado o outono e, em meio ao inverno, muito entristecida, a Lebre, que era grande companheira da Deusa, resolveu fazer alguma coisa. Aprendendo a uivar com os lobos conseguiu fazer com que Ostara ouvisse, lá da Lua, o chamado dos animais e suas súplicas pedindo seu retorno.

Comovida, a Deusa voltou depressa trazendo com ela a Primavera. Logo deu um dom à Lebre. Ela seria capaz de se transformar em pássaro e voar até a Lua para trazer Ostara de volta quando fosse o período de retornar para a Terra.

A Lebre também ganhou uma incumbência. Durante a Primavera ela sairia a distribuir ovos sagrados, que representavam a continuidade da vida e as dádivas da Deusa.

Esta passagem do mito que deu origem ao coelho da Páscoa distribuindo ovos de chocolate. Pois no Hemisfério Norte, a Primavera é na mesma época da Páscoa. Ostara também era chamada de Eostre, grande semelhança com Easter, Páscoa em inglês.

Os povos antigos comemoravam a chegada da Primavera decorando ovos. São os chamados "pysanky" pelos eslavos. Símbolos da fertilidade, estes ovos eram amuletos de prosperidade e proteção.

Dentro da Tradição da Deusa é muito forte o simbolismo da Primavera pelo ovo e pela Lebre. Pois ambos são grandes símbolos de fertilidade. A lebre leva um período de 28 dias para gerar e dar à luz seus filhotes, o mesmo período do ciclo de uma lunação. Será que é por isto que vemos a imagem de uma Lebre na Lua Cheia?!



 CANÇÃO DA PRIMAVERA 


Corre menino,
Corre menina,
Corre.
A Primavera chegou!
Na brisa suave de todas as manhãs
Posso ver agora o teu sorriso maroto.
Sorriso certeiro, sorriso de garoto,
Moleque doido pra crescer!
É você amigo Sol,
Meu irmão, meu namorado
Cante pra mim uma nova canção
Brilhe com a força do meu coração
Esquente a Terra e os nossos desejos
Com o calor juvenil do teu valente abraço
Te espero serena por entre as flores
Estas que desabrocham em tão lindas cores
Sou tua namorada, tua translúcida Lua
Sou tua pérola reluzente, Deusa do Mar
Vem meu amigo, meu amante, meu Sol
Me enche de alegria, me dá teu amor
Me faz dançar novamente a tua canção
Me faz amar novamente com a mesma paixão.
O tempo de semear chegou
Quero jogar as sementes
Quero ver do solo brotar meus sonhos realizados
Quero mais uma vez te chamar sorrindo
Pra te sentir arder em meu coração
Quero mais uma vez sonhar colorido
E me transformar na musa de teus encantos
Sentindo a tua luz a me banhar
Sentindo a dádiva que viemos partilhar
Oh amado Sol!
Sou tua Lua resplandescente
Sou tua Donzela Primaveril
Aguardando com ardor o momento da tua chegada
Conhecendo sem temor o momento da despedida.
Anna Leão. Todos os direitos reservados.




Anna Leão. (Favor mencionar autoria e fonte ao reproduzir)

Comentários

Cácian.Castro disse…
Bem vinda, primavera!

Estou seguindo seu blog :)
abraço
Anna Leão disse…
Seja bem vinda, Cácian!!!

Beijos!!!
André Victtor disse…
Anna, meus parabéns pelo talento !!!
Adorei seu Blog e seus Livros...
Já estou seguindo e minha filha também (a Juliana Inhesta)...
Conheça o blog dela:
www.estoriasdajuliana.blogspot.com

)O( + ^^V^^ = :)
Bjs
Anna Leão disse…
Obrigada, André!!!
Muito legal o blog da Juliana! Pelo visto vai seguir os passos do pai!

)0( /|\ rsrsrs

Beijos

Postagens mais visitadas deste blog

BRUXAS E FADAS - QUEM É QUEM?

Minha filha mais nova chegou para mim dizendo que a amiga não acreditava em bruxa boa, que bruxa boa era fada. Ledo engano.
Está certo que a menina fala inspirada nos contos de fadas e tudo o que há por aí sobre o assunto a nível de fantasia. Mas me pergunto, e Harry Potter?
Isto mostra como as crenças (olha elas aí de novo!) são muito fortes e difíceis de serem mudadas de uma hora para a outra. Criamos imagens de certas coisas que ficam enraizadas em nossa psique e na psique coletiva, mesmo que erradas.
Para começar, bruxas e fadas existem. Só que a maioria das pessoas tem uma imagem completamente equivocada de ambas. Existe muito preconceito, má informação e deturpações.
Vamos por parte. Começo pelas fadas. Elas são seres elementais. O que é isto?
Bem, existem quatro elementos básicos da criação, a saber: Terra, Ar, Fogo, Água. Os elementais são seres habitantes destes elementos. Seus nomes, atribuições, características e funções são de acordo com o elemento a que pertencem.
Os reinos ele…

Perséfone - Deusa da Primavera e Rainha do Submundo

De Metamorfose

A princípio pode parecer estranho que a Deusa Perséfone tenha como atributos a Primavera e o Submundo, mas não podemos esquecer que da morte advem a vida e o mito desta Deusa explica isto muito bem.

Filha de Zeus e Deméter, esta jovem Deusa grega, enquanto colhia flores, é raptada por Hades, o Deus do Mundo Subterrâneo.

Jacinto foi a flor que seduziu Perséfone atraindo-a ao local onde a terra se abriu, surgindo Hades em sua carruagem dourada, puxada por cavalos imortais.

Contra a sua vontade Perséfone foi levada ao Submundo. Seus gritos não foram ouvidos por nenhum Deus ou mortal, exceto pela Deusa Hécate que os ouviu de sua caverna.

Deméter, Deusa da colheita, da fertilidade e dos grãos, ao perceber o sumisso de sua filha sai a sua procura. Muito triste e lamentosa, sua luz e alegria vão se extinguindo dando lugar a sua ira, o que provoca a seca e o frio na Terra.

Finalmente ao saber por Hécate o paradeiro de Perséfone, Deméter vai até Zeus pedindo que ele interceda junto a …

O CHAKRA ESPLÊNICO - O SEGUNDO CHAKRA

De Metamorfose

Continuando a falar sobre os chakras...

Chakra Esplênico é o nome do segundo chakra que se localiza no baixo ventre, quatro dedos abaixo do umbigo.

Seu nome em sânscrito é Svadhistana, que significa segundo alguns autores "morada do Sol", segundo outros,"morada própria". Ele também recebe os nomes de Chakra do Hara, Chakra Sagrado e Chacra do Sacro.

A função básica do segundo chakra é filtrar e distribuir a energia vital. Ele também é responsável pela sexualidade - tanto por sua energia, quanto pelo prazer que ela proporciona – pela criatividade, pela reprodução e pelos relacionamentos, quaqlquer tipo, inclusive o relacionamento com o mundo físico.

O chakra esplênico é o chakra das emoções. Diane Stein em seu livro As Sacerdotisas, coloca este chakra relacionado ao corpo emocional e à projeção astral, conhecida também como viagem astral. Isto fica fácil de entender pois é este chakra que liga o corpo físico à alma.

É o chakra do movimento, da expanção. Reg…