Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2016

A MAGIA DAS CORES

As cores são de grande importância em nossa vida por mais que não demos conta disso. Assim como temos a vibração do som, dos óleos aromáticos, dos florais, temos também a vibração das cores. Elas atuam em nosso psiquismo. E chegamos à cromoterapia. Mas vou mais além. Pretendo correlacionar, aqui, as cores com seus atributos dentro da magia. Não será muito diferente da cromoterapia, nem poderia ser, pois todas as terapias, que usam o poder sutil altamente potente dos recursos divinos, são na verdade uma parte da magia. Mas alguns atributos não são tão importantes para a cromoterapia como são dentro da magia. Acender uma vela da cor correspondente ao que necessitamos é um ato mágico de grande poder.

Vou descrever todos os atributos da cor em si, de uma forma bem ampla, e dentro do que acredito e vivencio em minha vida. Como iremos usar o poder dessas cores vai de acordo com a necessidade e a afinidade de cada um. Volto a falar da vela, que, com a finalidade de fazer as coisas acontecerem…

O SIGNIFICADO DOS SONHOS

Os sonhos são  muito importantes. Eles são uma forma de mantermos contato com nosso inconsciente e muitas vezes também com o inconsciente coletivo. Os xamãs, por exemplo, dão uma importância imensa ao que eles chamam de mundo dos sonhos. Eles não vêm esse lugar como algo apenas psicológico. Eles vêm como um mundo real, talvez mais até do que essa nossa realidade linear. E quem vai saber ao certo o que é a realidade? Se é que existe realmente uma única realidade, pois pode haver muitas acontecendo ao mesmo tempo, em dimensões diferentes, em mundos paralelos. 

Acho que os sonhos são algo extremamente pessoal, até mesmo seus símbolos podem variar muito de pessoa para pessoa. A relação de cada um com seus próprios sonhos também é muito diversificada. Há pessoas que sonham com o corriqueiro, com coisas que estão vivendo, com seus anseios, desejos e preocupações. Outras já têm um contato mais simbólico com esse mundo onírico e, através dele, vão recebendo mensagens ou de seu próprio inconsc…

IDEALISMO X QUEBRA DE PADRÕES

Muito já falei em meus textos sobre quebra de padrões. Quem me acompanha desde  março de 2008, no blog Metamorfose, já deve ter lido vários textos meus sobre o assunto. Idealismo também é um tema que permeia meus artigos, pois me permeia. Sempre me coloco como uma pessoa muito idealista, e realmente sou. Porém, tenho percebido, ultimamente, o quanto devemos tomar cuidado com o nosso idealismo no sentido de não percebermos quando estamos presos a padrões que devem ser quebrados, pois não nos fazem chegar a lugar nenhum em vários níveis.

Tenho tido muitos insights ultimamente. Esse despertar interno, podemos chamar assim, me faz rever muitos posicionamentos meus, até mesmo de estilo de vida. Não dá para sermos idealistas a lá Dom Quixote! Temos que empenhar o nosso ideal no mundo real, e não ficarmos esperando que um milagre aconteça e venha nos salvar, ou fazer com que tudo aconteça como queremos.

Percebo que quebrar padrões é muito mais do que eu imaginava. Não é só deixar de ter medo…

Serenidade, intensidade...

Serenidade, intensidade
Intensidade, serenidade...

Como posso angustiar-me se sei que sou uma alma intensa em busca de paz, tranquilidade e serenidade?
E quando tenho tanta calma me sinto em busca da paixão, da ânsia, do vigor da intensidade...

Oh alma contraditória esta minha! Por que não buscar o caminho do meio e se contenta com isto?

 Ela me diz que o equilíbrio amortece a intensidade e sufoca a serenidade. Será? Será mesmo?!

Talvez os dois possam coexistir juntos, em harmonia...

E como você irá sentir a intensidade em equilíbrio?

 Mas sentir a serenidade em equilíbrio é possível, é fácil.
Porque o equilíbrio é sereno, já a intensidade não.

 Então a intensidade não combina com equilíbrio? Então, quando equilibramos a intensidade paramos de tê-la?

Sim. Parece-me que sim. A intensidade é desequilíbrio. Equilibrada é perdê-la. E não vale a pena perdê-la em nome da serenidade. Para a verdadeira serenidade sim. Mas poucos a conhecem. Para muitos esta suposta serenidade é apenas uma p…

SAINDO DA ZONA DE CONFORTO II

Vamos voltar a falar da zona de conforto? Vocês lembram que falei o quanto é importante termos a disposição de sairmos da zona de conforto se quisermos crescer ou mudarmos a nossa vida significativamente. Vamos continuar falando disto mais um pouco, pois este assunto da pano pra manga! Rs
   É natural do ser humano buscar conforto e comodidade. Mas se pararmos para pensar bem, veremos que isto é verdade até um certo ponto, pois se não, corremos o risco de estagnarmos e vivermos num marasmo tedioso. Você pode chegar e me dizer: "não corro esse risco, pois trabalho muito e não tem como minha vida ficar tediosa". Sim, concordo. Tédio não existirá, mas comodismo e hábito sim, e isto ao longo de muito tempo pode não ser bom.
Eu pergunto para você: nesta sua rotina estafante você abre espaço para se divertir, para ter prazer? Não vale um programinha de TV antes de dormir. Isto serve para relaxar, não realmente para te satisfazer. Quem sabe se você não fosse fazer aquela aula de d…

VIVER NO TEMPO PRESENTE

Por Anna Leão

Eu estava meio inquieta outro dia, pensando no rumo que eu quero dar a minha vida, nas coisas que eu quero e posso fazer de imediato. Tenho um objetivo maior, mas até lá, até atingi-lo, o que fazer? Uma ansiedade já queria tomar conta de mim, eu já querendo examinar todas as possibilidades, traçar planos, querendo resolver a vida em plena tarde de domingo. Por fim me conscientizei de que não era o momento de fazer nada, que este dia podia estar pedindo que eu apenas relaxasse e soltasse as coisas, que eu desse tempo para elas acontecerem.
Sei que as coisas precisam de um tempo para germinarem. Elas precisam de um tempo de incubação para serem elaboradas num plano maior para, então, estarem prontas para se materializarem. Resolvi deitar no meu sofá e olhar o céu e a montanha através da minha janela. Dar-me o tempo que aquele dia me pedia. Peguei meu celular, meu fone de ouvido e coloquei uma música do Pearl Jam para ouvir. Escolhi Present Tense porque era exatamente a mens…

SAINDO DA ZONA DE CONFORTO

A vida muda o tempo todo. Nada é constante, tudo é fluxo, movimento. Mas e a nossa vida, será que ela também muda o tempo todo?! Quantas pessoas não conhecemos que estão vivendo suas vidas sempre do mesmo jeito? Quem sabe nós não somos uma delas? Se não, quantas vezes não ficamos estagnados numa mesma fase por muitos anos?

     Mas o que você está querendo nos dizer, Anna? Você pergunta. Eu respondo:  Estou querendo dizer que como somos vida, como estamos vivos, temos que fluir junto com ela. Temos que nos mexer e movimentar a nossa vida.
     Eu mesma sempre procurei mudar as coisas na minha vida a cada ano. Pelo menos eu mudava a rotina, me dedicava a coisas novas, fazia um novo curso, por exemplo. Mas hoje vejo que isto era apenas uma pequena mudança, na verdade, era uma ilusão para eu achar que me movimentava de fato. Realmente eu não caia na rotina, mas quando falo em movimento de vida, falo em algo muito maior. É mudar mesmo! É mudar internamente, se renovar, se reinventar, pa…

RELACIONAMENTOS AMOROSOS

Outro dia eu estava conversando com uma amiga sobre relacionamentos amorosos. Falávamos do comportamento dos parceiros e de como nós "devemos" nos portar dentro de uma relação. Em algumas coisas concordamos, já em outras nós discordamos bastante. Eu fiquei pensando muito sobre as questões abordadas em nossa conversa e percebi que precisava escrever sobre isso. E aqui está a minha opinião, o como eu vejo e trato as coisas do coração. Eu começo por dizer que percebo as pessoas completamente armadas na questão dos relacionamentos afetivos. E acho que é por isso que os relacionamentos estão tão difíceis e tão  efêmeros. As pessoas não se dedicam mais a eles. Elas estão com tanto medo de sofrer, de serem passadas para trás, de serem feitas de bobas, que não se entregam e não priorizam o lado afetivo de suas vidas. Vemos isso nos livros que ensinam a mulher moderna a ser “poderosa”, por exemplo, e para isso ela tem que colocar tudo na frente de um homem.  Só que a questão não é o…

PERFEITA

Sob acertos divinos nos identificamos com a perfeição.  Mas ela existe realmente?   O imperfeito faz parte da perfeição.   Oh, que grande dilema!   Mas os Deuses não se importam e atuam dos dois modos  Ora perfeitos, ora imperfeitos  Porque a vida é assim  Comunga a ordem e o caos   O claro e o escuro  A sombra e a luz.  Sejamos inteiros então em nossas imperfeições.   Digo para assumi-las   E não fingir que não as temos.  Mas sejamos inteiros também em nossa perfeição.   Porque só por existirmos já somos perfeitos ... E imperfeitos...

 Anna Leão ( Favor mencionar a fonte e autoria ao publicar este poema)



QUANDO AS COISAS NÃO VÃO BEM...

Muitas vezes quando as coisas não vão bem, quando parece que tudo saiu dos trilhos, quando parece que tudo deu pra trás, a melhor coisa é se aquietar e esperar os ventos ruins mudarem o seu curso. Tendemos, nestes momentos, a nos afobarmos, a querer fazer mais alguma coisa, mas já estamos nos sentindo para baixo, completamente down, o melhor então é não fazer nada. Tudo que fizermos irá carregado de uma energia não muito boa e acabaremos que não teremos sucesso. Se conseguirmos mudar esta energia, perfeito. Mas muitas vezes isto é difícil, pois o que precisa acontecer para esta energia melhorar é exatamente nos aquietarmos e  esperarmos. Nessas horas o melhor a fazer é ficarmos com nós mesmos, tentando recuperar nosso equilíbrio interior. É importante conseguirmos entrar no vácuo e nos deixarmos levar, porque  é neste vácuo que reside tudo, é nele onde residem as infinitas possibilidades, para podermos, então, embarcar na onda de uma possibilidade infinitamente melhor e transformá-la …

RABISCOS DE ANNA

Enquanto estou com uma caneta na mão tudo se serena. Quer me ganhar? Coloca-me para escrever. É nessas horas que vem as poesias.  É engraçado que elas brotam ora quando estou bem calma e centrada, ora quando preciso exatamente alcançar esse estado, quando estou nervosa ao ponto do desespero.  Surpreendeu-se com isto?!  Sim, acredito! Eu mesma me surpreendo... Mas já devia saber... Sempre tive esse padrão, ou quase sempre. Muita sensibilidade para tanta intensidade! Será isto uma  contradição?! E me vejo num momento em que tantas crenças são postas abaixo, em que tantas certezas absolutas desmoronam como uma torre de babel... 
E só posso ter certeza de uma coisa, ideais só são realmente verdadeiros quando passamos pelas experiências a que eles se referem. Enquanto isto não acontece, eles são apenas pseudo- ideais.
Por Anna Leão

RABISCOS DE ANNA

Saudade de mim
Às vezes sinto saudade de mim mesma. Daqueles tempos em que só a minha própria companhia me bastava. Daqueles tempos em que encontrava tanto conteúdo em mim que já me deixava completa, plena, plena de mim mesma, em mim mesma. Não que não haja mais estes conteúdos internos. Eles continuam ali, no mesmo lugar, dentro do meu ser, na minha mente, coração… Fervilhando, me chamando, me dizendo: deixa de preguiça ou sai dos outros, vem pra você! E me pergunto: será que é isto mesmo? Será que sou mais feliz comigo mesma do que com o outro? Bom, pelo menos eu tenho mais paz interior e não sentia essas palpitações em meu coração,  nem o friozinho na barriga, como dizem, borboletas na barriga.  Ah, mas isso faz parte! Faz parte da paixão! E quem não gosta de estar apaixonado? A paixão dá este desassossego na gente, deixa a gente fora do eixo. Mas ela veio em boa hora, pois eu já havia me perdido de mim mesma. Acho que ela está até me ajudando a me encontrar novamente. Já começa por …

BENÇÃOS DOS QUATRO VENTOS

Quero me soltar sobre os mundos
Sentindo a leveza dos seus ventos ...

Que venha o Vento Norte Trazendo a grandeza de sua força  Força potente que me protege Que move montanhas Que dissolve os traumas Que me faz alçar voo

Que venha o Vento Leste Trazendo a luz da sua alvorada  As riquezas de uma próspera jornada  As virtudes de uma alma abençoada As graças de uma existência afortunada


Que venha o Vento Sul Como as delícias de uma voz sussurrando Me inspirando a poesia  Me soprando a magia  Me presenteando com a alegria


Que venha o Vento Oeste Trazendo a sabedoria dos ancestrais  A me indicar o caminho A me mostrar a maneira  A me purificar por inteira.


Anna Leão ( favor mencionar fonte e autoria ao reproduzir este poema)




Azul (Ou... Saindo do vermelho)

Azul do céu  Azul do  mar Azul da calma e da serenidade  Azul turquesa  Azul das Deusas Azul da alma e da franqueza.  Azul! Cor mais linda que há! Cor que me faz criar! Azul anil, como os teus olhos Preciso da tua força  Para equilibrar minha mente, minhas emoções Oh azul, cor da felicidade e pureza, Faz as pazes comigo e me deixa te amar de novo!

Por Anna Leão (favor mencionar a autoria e a fonte ao reproduzir este poema)